FLORES DO MAL


Guardei apenas as pétalas das flores do mal para te dar.Gosto dessas vagas visões que o ódio procria quando a lua derrama suas tristezas cálidas aos meus pés.Ela é a beleza que acalma quando saio de meu corpo sem alma em noites de encantos ignorados.Permito que ela rasteje mansa e dengosa enquanto desenho armadilhas pelo céu desabitado e incompleto.
Flutuando, assisto sentada cada inseto e a sua dor, bebendo sempre a tua culpa com profunda indiferença.Leve todas as pétalas sem vida das páginas deste livro insaciável e não digas que não deixei o melhor para você.




Karla Bardanza

0 comentários:

Postar um comentário

Pode falar agora!