EM MARES CALADOS

Foto de Tamara Lichtenstein


Quem está aqui além de mim? Quem está aqui para ouvir todas as sutilezas esquecidas dentro de meus olhos? Um milhão de anos separam-me das perguntas que eu carrego aqui dentro como maldição, como um ângulo pertubado do caos.

Deito em águas sem fim, no escuro eterno de onde brotam possibilidades, aguardando a chuva, aguardando a semente ser corajosa o suficiente para brotar, enquanto penso o quanto os meus trópicos estão separados pela solidão.

Afogo-me na eternidade diária dos mesmo acontecimentos, molhando o tempo com as mesmas lágrimas, sendo ou tentando ser menos angústia quando desobservo essas coisas assombradas pela noite escura e amordaçadas em oceanos calados.

Meus falsos começos, minha inadequação, minhas escolhas erradas, minhas vontades que nunca deixaram de ser vontades: tudo está aqui, testemunhando o que ainda posso, o que ainda pressinto.
Respiro por um instante, mantendo o ar necessário para sobreviver e mergulho de cabeça mais uma vez e sem medo nenhum, apenas sinto.


Karla Bardanza





Copyright©KarlaBardanza2011 Photobucket

0 comentários:

Postar um comentário

Pode falar agora!